O vento leva o Brawzinho

Vídeo apresenta sessões do bicampeão mundial na última temporada havaiana

por Redação Alma Surf, 11/04/2017

Referência mundial em windusurf entre os nascidos no Oceano Atlântico, o cearense Marcilio Browne (27) subiu pela primeira vez em uma prancha aos quatro anos, influenciado pelo pai, velejador renomado.

Cria da lenda viva Kauli Seadi, aos 12 anos, browzinho, como é conhecido pelos amigos, já era profissional. O primeiro título internacional veio aos 18 e foi o de campeão mundial da categoria freestyle.

Nos anos seguintes, o cearense nascido em Fortaleza fatura o bicampeonato mundial na categoria Wave e conquista de vez seu espaço entre os melhores velejadores da história.

Atualmente, Browne mora em Maui, Hawaii, meca da modalidade, e desenvolve um trabalho de treinamento com atletas de potencial.

Ano passado, ele esteve no Brasil e tornou-se embaixador do Windsurf Experience, inciativa da Alma Surf que leva iniciantes ao mar para sua primeira experiência com as velas.

Na semana passada, Browzinho enviou um vídeo irado, com imagens alucinantes da ação nas ondas durante a última temporada no hemisfério norte.

“Esse vídeo resume um pouco o meu inverno. Vários velejos em Hookipa, praia mais tradicional de Maui para o windsurf, alguns dias clássicos de Kona winds em Lanes e o único dia da temporada que rolou velejo em Jaws, quando tomei uma vaca, seis ondas na cabeça e perdi todo meu equipamento”, conta.