Praia da Guarda é Reserva Mundial do Surf

Guarda do Embaú (SC) recebe a visita de Nick Miucha, diretor do programa World Surfing Reserves.

por Redação Almasurf, 05/07/2017
follow

 Depois de aprovada oficialmente no dia 27 de outubro de 2016 pelo Conselho das Reservas Mundiais de Surf - RMS (World Surfing Reserves - WSR) e pela Save the Waves Coalition, com sede na Califórnia (EUA), como a nona Reserva Mundial de Surf (RMS), sendo a primeira do Brasil, a comunidade da Guarda do Embaú (SC) aguarda ansiosamente pela chegada do diretor do Programa World Surfing Reserves (WSR), Nick Mucha.

Ele permanecerá na localidade entre os dias 6 a 13 deste mês, quando será iniciado mais uma importante etapa da certificação. Com uma agenda extensa programada pelo Comitê Gestor Local da RMS Guarda do Embaú, Mucha dará início ao plano de gestão da Reserva Mundial de Surf (RMS). Para isso várias atividades foram estabelecidas e começam oficialmente no próximo dia 7 (sexta-feira).

Programação da visita: Reuniões e Plano Gestor A programação conta com visitação da zona costeira da Guarda e da Prainha, navegação no Rio da Madre, vários encontros com setores da comunidade, com gestores de órgãos públicos municipais e estaduais, com instituições ambientais, empresariais, educacionais e esportivas.

Além destes encontros estão agendadas várias reuniões internas do Comitê Gestor Local para traçar o plano de gestão da mais nova Reserva do planeta. Esta etapa contará com participantes locais, com representantes da APA da Baleia Franca (ICMBio), do Parque Estadual da Serra do Tabuleiro e da ONG Conservação Internacional, parceira indicada pela Save the Waves Coalition (STW), com vasta experiência em trabalhos na Amazônia, Mapitoba, Bacia do Paraguaçu, Abrolhos Terra e Mar e Mega Rio.

Segundo Nick Mucha, a expectativa para iniciar o trabalho é muito boa. “Nossa visita tem como objetivos principais conhecer a Guarda do Embau e a sua comunidade; trabalhar com o Comitê Gestor Local para desenvolver o plano de administração da Reserva; identificar as principais ameaças costeiras, traçar as principais estratégias de conservação e desenvolver parcerias com grupos locais, regionais e nacionais para apoiar a WSR da Guarda”.

Para o presidente da Associação de Surf e Preservação da Guarda do Embaú (ASPG), Nodin Silveira, “este é um momento importante para estabelecer diretrizes que possam fortalecer o desenvolvimento sustentável da localidade tendo o surfista como um elemento de ligação e conscientização para a conservação da zona costeira”.

World Surf Reserves pelo Mundo O programa da Save the Waves Coalition existe desde 2009 e já aprovou nove Reservas Mundiais de Surf (RMS): Santa Cruz e Malibu (EUA), Bahia de Todos os Santos (México), Ericeria (Portugal), Huanchaco (Peru), Manly Beach e Gold Coast (Austrália), Punta Lobos (Chile) e Guarda do Embaú (Brasil). Todas foram avaliadas e escolhidas com base em quatro critérios: qualidade da onda; características ambientais; cultura (tradição) e história do surf e o apoio da comunidade.

Fonte Surfe Mais

almasurfalmasurfalmasurf